Terça-feira, 22 de Outubro de 2013

Maria Isabel Martins

Tenho 65 anos, ainda estou aqui a vender para não apodrecer em casa. Tive dez filhos, porque no meu tempo ainda não havia aquelas coisas de

prevenção. Meus filhos já são grandes, uns já doutoraram outras estão nos lares. Uma ajuda-me aqui a vender. Netos são muitos que já nem sei as contas. Meu marido faleceu há muito anos, vivo sozinha.


Eu comecei a vender com minha mãe, vinha para o mercado desde bebé. De manhã ajudava a minha mãe, depois ia a escola. Fiz até quarta classe. Depois tive que a ajudar. Houve uma época que surgiu curso de enfermagem, que o governo estava a oferecer, mas minha mãe disse que não podia estudar, naquela altura as meninas não iam a escola porque senão iam ficar muito espertas, escola era para os homens. A mulher tinha que saber as coisas do lar. Assim comecei a fazer roupas de lã e ia vender na rua. Até que começou a haver falta de lã.


Assim comecei meu negócio de vender, com verduras. Foi com a minha banca e através do meu suor, que consegui mandar meus filhos para a escola, universidades. Ter a oportunidade de estudar que eu não tive.

 


Mamana é aquela que cuida, que amarra a capulana. Se a minha Mamana estivesse viva, eu dir-lhe-ia que ela foi uma boa mãe, cuidou-me e ensinou me tudo. Graças a ela consegui tudo o que consegui.

publicado por mamanas às 12:03
link do post | comentar | favorito

.Mamanas

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.tags

. todas as tags

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds